Avançar para o conteúdo

O Projeto

Projecto BioComp_3.0 identifica três problemas fundamentais relacionados com:

  1. A baixa fertilidade dos solos;
  2. A gestão deficiente de resíduos orgânicos
  3. A falta de soluções economicamente viáveis e seguras para o controlo eficaz de plantas exóticas invasoras aquáticas, nomeadamente jacinto-de-água (Pontederia crassipes).

É com estas 3 preocupações presentes que o projecto BioComp 3.0 visa conciliar a necessidade de controlo físico do jacinto-de-água, à recuperação e aproveitamento dos nutrientes que esta espécie concentra, respeitando os princípios da Economia Circular, transformando a biomassa da planta invasora em compostos orgânicos equilibrados, com qualidade para a agricultura.

Através do valor dos compostos produzidos é possível aliviar a fatura dos custos com o seu controlo e, ao mesmo tempo, aumentar a fertilidade e resiliência dos solos por via do aumento do teor em matéria orgânica.

Atividades Previstas

  1. Criação de um “plugin” com recurso a imagens aéreas e ferramentas SIG para apoio à monitorização e tomada de decisão no processo de controlo do jacinto-de-água
  2. Estudo e caraterização de subprodutos com potencial para valorização conjunta com o resíduo de jacinto-de-água
  3. Envolvimento dos stakeholders na promoção da valorização responsável associada ao controlo do jacinto-de-água
  4. Produção de compostos orgânicos à base de resíduo de jacinto-de-água
  5. Desmaterialização do Processo de Controlo de Produção
  6. Ensaios de campo para aplicação agrícola dos compostos orgânicos produzidos
  7. Avaliação do impacte ambiental e económico das soluções testadas
  8. Desenvolvimento de procedimentos legais para a colocação dos compostos orgânicos no mercado

Resultados

Os resultados esperados com a concretização do Biocomp 3.0 são:
  1. Disponibilização de um “plugin” interativo de apoio à decisão
  2. Vinte amostras de resíduos de jacinto-de-água recolhidas e caracterizadas em diferentes cursos de água e épocas do ano
  3. Dez subprodutos identificados e caracterizados com potencial de valorização orgânica
  4. Dez ações de sensibilização e formação sobre valorização responsável do jacinto
  5. Dois workshops participativos com atores chave para definição da melhor solução para assegurar o controlo efetivo de jacinto-de-água: valorização responsável sem promoção de dependência
  6. Dois compostos orgânicos produzidos valorizando o resíduo de jacinto-de-água
  7. Disponibilização de uma DApp para controlo e rastreabilidade do processo de produção dos compostos orgânicos
  8. Seis ensaios de campo para aplicação dos compostos orgânicos produzidos
  9. Elaboração de um itinerário técnico para a compostagem de misturas com resíduo de jacinto-de-água
  10. Elaboração de itinerário técnico para a utilização agrícola do composto orgânico
  11. Quatro modelos/cenários criados para estimar e quantificar os impactes ambientais e económicos das soluções testadas
  12. Elaboração de um estudo de avaliação monetária dos benefícios ambientais gerados no projeto
  13. Disponibilização de 2 procedimentos para segurança ambiental na manipulação para a valorização do resíduo de jacinto-de-água e comercialização de compostos orgânicos em Portugal

Novidades e Destaques

Ação de sensibilização/formação: “Controlo da planta invasora jacinto-de-água e valorização segura da biomassa” em Barcelos

Realizou-se a 25 de Junho, a 6ª acção de sensibilização/formação: “controlo da planta invasora jacin…

Ação de sensibilização/formação: “Controlo da planta invasora jacinto-de-água e valorização segura da biomassa” na Golegã (Equuspolis)

Realizou-se a 24 de Junho, a 5ª acção de sensibilização/formação: “controlo da planta invasora jacin…